Subscribe:

sábado, 27 de junho de 2009

ESTATUTO CCB DE 1936

CONGREGAÇÃO CHRISTÃ DO BRASIL
SÉDE CENTRAL – RUA ANHAIA 137 – SÃO PAULO ESTATUTOS APPROVADOS EM 4 MARÇO DE 1931 E REFORMADOS EM 25 DE FEVEREIRO DE 1936 EM ASSEMBLÉA GERAL.




CAPITULO 1º

DA CONGREGAÇÃO

Artigo 1º- O Senhor iniciou esta obra no Brasil por um Seu servo, em Junho do anno de 1910, sem denominação alguma, propagando-se, todavia, rapidamente, por intermedio de seus crentes, desde então, chamando por fé, em Nosso Senhor Jesus Christo.


Com o progresso da obra viu-se a necessidade de ser adquirida a propriedade onde Seu povo já se congregava na Capital de São Paulo, sendo então escolhido o nome de Congregação Christã do Brasil.

A actual Directoria, usando poderes conferidos pelo artigo 24 dos estatutos anteriores, resolveu reforma-los na fórma do Capitulo 2º e seguintes, somente na parte administrativa para o governo das coisas materiaes da Congregação. Na parte espiritual não existe nenhum governo humano, só o Divino, como será explicado nos artigos que se seguem:

CAPÍTULO 2º

DOS MEMBROS E FINS

Artigo 2º - A congregação Christã do Brasil, com séde central na Capital do Estado de são Paulo, é formada por membros sem distinção de raças, nacionalidade ou côr, e sem nenhum principio sectario, mas só com o unido fim de ser fiél a Deus conforme a “ fé que uma vez foi dada aos santos” (Judas 3).

Artigo 3º - Sua organização consiste em amar a Deus, ter por cabeça só a Jesus Christo e por guia o Espirito Santo. (João 16/13 ).

Artigo 4º - Entre os membros da Congregação mais revestidos de dons espirituaes do alto, (1º Cor.12 ) serão constituidos pelos Anciães mais velhos e reconhecidos e approvados por unanimidade da Congregação a que pertençam, como ancião, encarregados ou diacono, para presidir ao serviço, manter a ordem e ministrar a Palavra. Na ausencia do ancião, ao diacono compete substituil-o.

Artigo 5º - Aos anciães, encarregados e diaconos compete a parte espiritual e a piedade, assim como apresentar ao Senhor em orações, os emprehemdimentos que os administradores tenham de necessidade de fazer em pról da irmandade.

CAPÍTULO 3º

DA ADMINISTRAÇÃO

Artigo 6º - A administração é composta de sete membros eleitos em assembléa geral por cinco annos, e dentre elles serão escolhidos: um presidente, um secretario, um vice-secretario e um thesoureiro e os tres demais farão parte do conselho fiscal.

Artigo 7º - Aos administradores compete o governo das coisas materiais da Congregação. Não lhes é permitido comprar ou vender bens de especie alguma da Congregação sem authorisação do ancião, anciães ou encarregados, com approvação dos demais membros da localidade.

§ único - Essas decisões deverão ser lavradas em acta e as approvações constarão das mesmas.

Artigo 8º - Em cada localidade onde exista patrimonio é de necessidade a existencia de tres procuradores-administradores que representarão n'aquelle logar a Congregação Christã do Brasil, devendo dar annualmente á administração cetnral da Capital de São Paulo os dados necessarios para um relatorio que áquella compete então apresentar. Esses tres procuradores-administradores, serão indicados pelos membros da localidade com approvação do respectivo ancião ou encarregado.

§ único - Para conservar a unidade espiritual das Congregações da mesma fé, e para proteger uns aos outros das doutrinas contrarias ao Santo Evangelho, os anciães, encarregados ou procuradores-administradores, terão que relatar tambem o progresso espiritual da obra do Nosso Senhor em cada localidade.

CAPITULO 4º

DISPOSIÇÕES GERAES

Artigo 9º - Todo o patrimonio da Congregação Christã do Brasil é propriedade dos membros que permanescerem fieis á doutrina da Congregação na Capital ou fóra. Todo e qualquer membro que se afastar da fé da Congregação ou que não honrar a Deus, conforme o Santo Evangelho, depois de exhortado e reprehendido, si não reprovar o seu mau procedimento, será manifesto pela parte competente da Congregação de onde elle era membro ou em todas as Congregações si necessario fôr e não deverá ser mais reconhecido como irmão ou irmã, perdendo todo o direito aos bens patrimoniais da Congregação.

Artigo 10º - Para comprehensão de algumas partes da doutrina do Novo Testamento, ficam estabelecidos os seguintes paragraphos da Fé, obrigatorios ao verdadeiro fiél á Congregação;

§1º - Nós cremos e acceitamos a inteira Bíblia como infalivel palavra de Deus, inspirada pelo Espirito Santo, sendo a unica e perfeita guia de nossa fé e conducta, na qual nada se poderá augmentar ou diminuir, sendo ella todo o poder de Deus em Salvação a todo crente. 2º Pedro 1;21 2º Timóteo 3;16,17, Toamnos 1:16.

§2º - Nós cremos que só há um Deus vivente e verdadeiro, eterno e de infinito poder, creador de todas as cousas em cuja unidade há tres pessoas distintas o Pae, o Filho e o Espirito Santo. Ephesios 4:6 , Mateus 28:19, 1 João 5:7

§3º - Nós cremos que o Filho de Deus é a palavra feita carne, assumindo uma natureza humana no ventre da Virgem Maria, sendo assim, verdadeiro Deus e verdadeiro homem, duas naturezas numa só pessoa, a Divina e a humana; por isso é o único Salvador, o qual soffreu a morte, não só pela culpa primitiva, como tambem pelos pecados actuaes do homem. João 1:14 , Lucas 1:27-35, 1º Pedro 3:18.

§4º - Nós cremos na existencia pessoal do diabo e dos seus anjos, maus espiritos, o qual junto a elles seram punidos no fogo eterno. Mateus 25:41;

§5º - Nós cremos que a regeneração ou a nova nascença, só se recebe pela fé em Jesus Christo, o qual pelos nossos peccados foi entregue, e resuscitou para a nossa justificação. Os que são de Christo Jesus são novas creaturas, o qual para nós tambem foi feito por Deus, sabedoria, justiça, santificação e redempção. Romanos 3:24.25 , 2º Corintios 5:17, 1º Corintios 1:30.

§6º - Nós cremos na Baptimo da agua, com uma só immersão, em nome do Pae e do Filho e do Espirito Santo, segundo o mandamento do Senhor Jesus. Mateus 28:18-19.

§7º - Nós cremos no Baptismo do Espirito Santo, que se recebe depois da salvação, com o signal de fallar novas linguas, como o Espirito Santo dá de razoar. Actos 2:4 – 45 -47 ; 19:6.

§8º - Nós cremos na Santa Ceia; Jesus Christo, na noite que foi trahido, tomando o pão e havendo dado Graças a Deus, partiu-o e do deu dizendo; - Este é o meu corpo, que por vós é dado; fazei isso em memoria de mim. Semilhantemente tomou o calix, depois da Ceia dizendo: Este calix é o Novo Testamento no meu sangue, que é derramado por vós. Lucas 22:19.20, 1º Corintios 11;24:25.

§9º - Nós cremos na necessidade de nos abster das cousas sacrificadas ao idolos, do sangue, da carne suffocada e da fornicação, conforme foi decretado do Espirito Santo na Assembleá Geral de Jerusalem. Actos 15:28.29 ; 16:4 ; 21:25.

§10º - Nós cremos que Jesus Christo toumou sobre si todas as enfermidades. Está alguem entre vós doente? Chame os anciães da Egreja, e orem sobre elle, ungindo-o com azeite em nome do Senhor. E a oração da Fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e se houver commettido peccados, ser-lhe-ão perdoados. Thiago 5:14-15, Mateus 8:17.

§11º - Nós cremos que o mesmo Senhor ( antes do Millenio ) descerá do céu com alarido, e com vóz de arcanjo e com a trombeta de Deus; e os que morream em Christo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, sermos arrebatados juntamente com elles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. 1º Tessalonicensses 4:16,17, Apocalipse 20:6;

§12º - Nós cremos que haverá ressurreição corporal dos mortos, justos e injustos. Estes irão para o tormento eterno, mas os justos para vida eterna. Actos 24.15, Mateus 25:46.
Artigo 11º - Os casos omisso destes Estatutos, serão regulados pelas Leis Brasileiras que regem as Sociedades Civis.

Artigo 12º - Estes Estatutos poderão ser modificados em qualquer tempo, desde que a Directoria julgue necessario, não se alterando pôrem os seu caracter em fins espirituaes.

Artigo 13º - Os presentes Estatutos revogam quaesquer outros anteriormente registrados.

A seguir, é procedida a eleição da nova Directoria Administrativa para o lustro que se inicia, sendo unanimemente eleitos e empossados com a solenidade da Congregação, os seguintes irmãos:

PRESIDENTE: José Balthazar Affonso.
THESOUREIRO: Antonio Cardoso Couveira.
SECRETARIO: Reynaldo Ribeiro.
VICE-SECRETARIO: Januario Teti.
CONSELHO FISCAL: Antonio d'Angelo
Anacleto Grenza
Antonio Brmazzo

Nada mais havendo a se tratar foi encerrada a presente Assembléa pelas 16 horas, e eu, Reynaldo Ribeiro, servindo de secretario lavro e assigno a presente, [ palavra não identificada ] e o irmão presidente.

São Paulo, 25 de Fevereiro de 1936.

Reynaldo Ribeiro
Luiz Pedroso

CONGREGAÇÃO CHRISTÃ DO BRASIL

ACTA DA ASSEMBLÉA GERAL ORDINARIA, REALISADA EM 25 DE FEVEREIRO DE 1936

Conforme edital publicado do “DIARIO OFFICIAL” do Estado, do dia 6 de Fevereiro p.po. E com a presença de 376 irmãos, conforme consta do Livro de Presença, realizou-se a 25 do mesmo mez, a Assembléa Geral Ordinaria da Congregação Christã do Brasil.

Pelas 13,30 horas, o irmão ancião Luiz Pedroso, presidente dá por aberta a Assembléa, convidando os componentes da mesa a tomarem os seus respectivos logares.
O irmão ancião José Francisco da Silva, secretario, pede permissão aos presentes, para indicar ao irmão Reynaldo Ribeiro secretariar os trabalhos da presente Assembléa o que é unanimente approvado.
Determina, então, o sr. Presidente, que o secretario proceda a leitura do Relatorio e balanço do anno de 1935, o que é feito, encontrando-se assim redigido:

CONGREGAÇÃO CHRISTÃ DO BRASIL

Relatorio e Balanço da Congregação Christã do Brasil referentes ao exercicio de 1935, apresentados pela Directoria na Assembléa Geral Ordinaria, em 25 de fevereiro de 1936.
“Caros Irmãos

Louvado SEJA O SENHOR
Em obediencia ao que determina o Artigo, 5º de nossos estatutos e conforme a convocação feita pelo Diario Official do Estado do dia 6 de corrente mez, apresentamos o Relatorio do movimento de nossa Congregação e respectivos Balanços, referentes ao anno de 1935.

Grata satisfação nos é dada pela infinita misericordia de nosso bom Deus, ao notarmos, dia a dia que passa, o desenvolvimento espiritual que vem fazendo nesses ultimos annos em nosso paiz dentro de nossa Congregação.
E assim, em innumeras novas localidades o Senhor vem operando, chamando ao arrependimento de peccado, quantidade enorme de crentes o que é de facil verificação ao se computar cada anno o numero sempre maior daquelles que recebem Nosso Senhor Jesus Christo como seu único Salvado.
É natural que a par desse desenvolvimento, tambem a parte a material da Congregação tenha progredido bastante.
Nessa contigencia temosabsoluta necessidade, de, caros irmãos, nos dedicarmos com affinco ás coisa espirituaes da Igreja do Senhor.
Dentre outras cousas, sugerimos modificações em nossos Estatutos de maneira a permittir que o Ancião só deva se dedicar á parte que lhe compete, deixando a material em mãos de outros irmãos que não tendo as obrigações que temos nós perante Deus, possam se dedicar, então, á parte administrativa da Congregação.
Foi de toda normalidade nossa administração no anno de 1935.
Procuremos attender com pontualidade todas as nossas obrigações e necessidades.

BAPTISMOS
Durante o anno de 1935, obedeceram a este mandamento, 1.888 pessoas, em S. Paulo e em diversas outras localidades.
Houve, portanto, um augmento de 247 almas sobre o total do anno de 1934.
Alegra-nos bastante, como fallamos no inicio, este augmento, comprovante do progresso da obra de Deus em nosso Paiz.

Que cada um de nós, então, possa render testemunho verás do que temos recebido, para a finalidade dessa obra que não é feita por poder humano, jamais venha ficar cerceada.

COLLECTAS

Como em diversas localidades, tambem em nossa Capital, os nossos templos já não bastam para conter o povo que o Senhor vem chamando.
Nessa contingencia e onde mais se fizesse sentir a necessidade de um maior, tenha sido na Lapa e na Villa Prudente, depois de ter sido apresentado a Deus e de accordo com Sua determinação, fizemos no decorrer do ano de 1935, diversas collectas que com a Graça e a Ajuda de nosso bom Deus, renderam a importancia total de 90:2464$300 ( Noventa contos duzentos e sessenta e quatro mil e trezentos réis ) parte da qual já empregamos na compra de um terreno na Villa Prudente, onde será construido o novo templo, pois, o local onde se encontra o actual não satisfaz ás exsigencias legaes para uma reforma.
Acha-se em approvação na Prefeitura Municipal, a planta do novo tempo, que esperamos edificar confiantes ainda, na bôa vontade dos caros irmãos da Capital, para que possamos ter a importancia necessária para a sua conclusão.
E assim que cada um, confiante no que tem recebido de Deus cumpra tambem o seu dever para com Elle, jamais se esquecendo do que nos ensina pela Sua palavra quando nos diz: “Que o que semeia pouco, pouco tambem ceifará; e o que em abundancia, em abundancia tambem ceifará”. (2º Cor. 9:6 )

OFFERTAS

Alem das Colletas que Deus nos deu opportunidade em fazer, a Congregação recebeu inumeras offertas de irmãos residentes na Capital e no interior do Estado, cuja importancia de 32:426$000 (Trinta e dois contos duzentos e quarenta e seis mil e novecentos reis ) teve a seguinte distribuição:
Consumo de Agua e Luz
Melhoramentos em immoveis
Impostos
Publicações
Construcção do tempo em Torrinha
Acquisição de um terreno e construcção de um templo em Porto Feliz
Acquisição de um terreno em Villa Palmeiras

Que Deus abençoe a bôa vontade dos caros que nessa parte tambem cooperaram para o desenvolvimento de Sua Igreja.

PATRIMONIO

O Estatuto patrimonial da Congregação Christã do Brasil, em 31 de dezembro de 1935, era o seguinte:

A C T I V O


IMMOVEIS:

Braz........................................ 138:256$300
Bom Retiro.............................. 81:035$900
Casa Branca............................. 3:525$000
Chavantes.............................. 4:128$900
Guarujá.................................. 3:500$000
Itapolis................................... 15:762$100
Jundiahy................................. 6:602$000
Lapa...................................... 14:446$000
Moóca.................................. 500$400
Mauá................................... 7:235$000
Nova Friburgo...................... 300$500
Poá........................................ 1:000$000
Santo André......................... 27:874$700
Porto Feliz........................... 18:730$300
Santa Ernestina..................... 824$000
São João da Boa Vista........... 10:100$000
Sorocaba............................... 61:624$400
Torrinha ............................... 6:482$400
Terra Preta.............................. 5:000$000
Villa Predente........................ 51:934$700
Votorantim............................. 8:000$000
Villa Ardeburgo.................... 3:200$000
Villa Mazzei.......................... 1:084$000
Villa Palmerias...................... 3:446$000 474:392$400


CONTAS CORRENTES

Pelo diversos devedores.......................................................... 9:980$000

CAIXA
Quantia disponivel............................................................. 53:241$100


CAUÇÔES
Valor das existentes............................................................. 550$000
538:363$500


PASSIVO

CONTAS CORRENTES
Pelos diversos credores........................................................... 24:829$100
PATRIMONIO
Valor declarado.......................................................................513:088$400
CAIXA DE CANTICOS
Saldo desta conta.......................................................................... 446$00
Como poderá verificar pelo Balanço, houve um augmento de 112:421$000 (cento e doze contos quatrocentos vinte e um mil reis ) na conta do Patrimonio.
Esse accrescimo é ponto comprovante do desenvolvimento da Igreja de Deus em nosso Paiz.
Figura ainda no Balanço, no Passimo de Contas Correntes, a impontancia de 24:829$100 (vinte e quatro contos oitocentos vinte e nove mil e cem reis) que a irmandade de Sorocaba é devedora do resto da construcção de templo que alli Deus preparou. É devedora á irmãos, não estando ainda solvido esse compromisso; esperamos, entretanto, que no decorrer deste ano, esteja tudo completamente liberado.
MOVIMENTO GERAL DOS LIVROS DE HYNOS
Comprehendendo os annos de 1934 e 1935
LIVROS EM STOCK EM 31 - 12 -1935:
Mistos Simples..................................................1.448 livros
Mistos de Couro.....................................................27 livros
Com musica, simples.............................................71 livros
Com musica, de couro.............................................7 livros
Portuguezes.........................................................457 livros

LIVROS CONFECCIONADOS EM 1934 – 1935

Mistos simples.....................................................960 livros
Portuguezes.................................................. .....1230 livros
Com musica, de couro.............................................7 livros

LIVROS VENDIDOS EM 1934 -1935

Mistos simples..................... 2402 livros á 2$500.................6:005$000
Mistos de couro........................23 livros á 6$000............. 138$000
Com musica, simples ............ 184 livros á 6$000..................1:104$000
Com musica, de couro................ 7 livros á 6$000.................. .56$000
Portuguezes..........................1677 livros á 2$000.................3:354$000
10:657$000

RESUMO
Quantia existente em 31.12.1933, em favor da “Caixa de Canticos”.....................9:329$000
Valor das vendas effectuadas no periodo de 1934 e 1935..................................10:657$000
19:986$000


Á DEDUZIR

Quantia dispendida na confecção de Livros de Hymnos em 1934 e 1935 .........2:770$000

Quantia disponivel na “Caixa de Canticos”...........................................................17:216$000

RELAÇÃO DOS TEMPLOS E CASAS DE ORAÇÃO
Damos á seguir a relação dos templos e Casas de Oração, com indicação dos respectivos Anciães, Diaconos e Encarregados:
Aguas das Contas – Paraná, Mun. Joaquim Távora – Enc. Francisco Rosa.
Americo Brasiliese – Enc. Henrique Luz.
Amparo – Rio – Enc. Eugenio Francisco de Araujo
Amparo – Rua Peixoto Comide 84 – Enc. João Moreira.
Amparo – Mun. Piracicaba – Enc. Bento Ignacio Soares.
Anhumas – Enc. Antonio Sobreira.
Araraquara – Av. Espanha s/nº – Villa Xavier – Enc. Pedro Carmelengo.
Atibaia – Rua Adolpho André 671 – Enc. José Genova.
Avaenia – Mun.de Sorocaba – Enc. Verginio Prestes.
Baruery – Av. D.Pedro II, 14 – Enc.Francisco Corrêa.
Bandeirantes – Paraná – Enc. Benedito de Andrade.
Baurú – Rua Monsenhor 672 – Enc. Antonio Gravi.
Bragança – Rua Santa Luzia 6 – Enc.
Braúna – Enc. Pedro Valente.
Bernadino de Campo – Enc. Alcides B. De Campos.
Bom Jardim – Rio – Enc. Sebastião Frederico dos Santos.
Borborema – Fazenda Rarrhyra – Enc.Isalino Pereira da Silva.
Brigadeiro Tobias – Enc. Emigdio Damasio da Costa.
Cafézopolis – Caixa postal 5 – Enc. João Rodrigues Siqueira.
Cafelândia – Fazenda Chatembled – Enc.José Martins.
Cafelândia – Fazenda Saltinho – Enc. Antonio P.de Oliveira.
Caiuá – Mun.de Presidente Wenceslau – Enc. Pedro Alexandre.
Campinas – Rua Theodoro Langade 708 – Enc José Silveira Santos.
Cambará – Paraná – Rua Guimarães Carneiro, 545 – Enc. Julio Rosa

CAPITAL

Agua Raza - Rua Bom Jesus 52, Enc. Francisco Ribeiro.
Avenida – Rua Cons. Ramalho 1022 - Ancião, José Francisco da Silva - Enc.Thomaz Picazzio.
Bairro do Limão - Chacara Campo Alto - Rua nova 3 - Enc. Chrispim dos Santos.
Bom Retiro - Rua Anhaia 137 - Ancião João Finotti - Diacono, Antonio Cardoso Gouveia. Prédio, proprio.
Braz - Rua Uruguayana 163 - Ancião, Francisco Romano Guilherme - Diacono Januario Tetti. Predio proprio.
Casa Verde - Rua Paulina Rudge 121 A, - Enc. Antonio da Silva
Caraguatá - Bairro das Mercês - Ancião, Luiz Pedroso
Cambucy - Rua D.Duarte Leopoldo, 596 - Enc. Manoel Nani.
Freguesia do Ó - Rua Prof. Machado s/nº - Enc. Vicente Oliveira Porto.
Horto Florestal - Chacara José Rosa - Enc. João Torrenti.
Itaquéra - Villa Carmozina - Rua União s/nº - Enc. Hugo Calegarete.
Jardim Paulista - Rua Pedroso Alvarenga 7 - Enc. Sylvio F. Almeida.
Lapa - Rua Felix Guilhem 95, - Ancião, Francisco José da Silva - Diacono, Francisco Mazzei - Predio proprio.
Osasco - Rua Pedro Grané 16 - Enc. Mario Guido Lungaresi.
Penha - Rua Padre João 87 - Ancião, Francisco Romano Guilherme -Enc. Antonio Barone.
Pinheiros - Rua Padre Carvalho, 185 - Enc. Aldo Feretti.(fundou a Igreja Cristã Renovada)
Villa Anastacio - Rua Coroados, 43 - Enc. Francisco Corrêa.
Villa Mangalote - Rua Dominada, 30 - Enc. Benedicto Goulart.
Villa Mazzei - Rua Circular, 134 - Enc. José Torrenti.
Villa Palmeiras - Av. Thomaz Edison, 26 - Enc. Gennarizo Mazzei, Diacono Avelino Gonçalves.
Villa Pompeia - Rua Canjahyba, 45 ( antiga travessa 8 ) - Enc. João Corazza.
Villa Prudente - Rua Dante Alighieri, 41 - Anciães, Luiz Pedroso e Candido Rinco. Predio proprio.
Villa Marianna - Trav. Jorge Tibiriça, 29 - Enc.Joaquim Ferraz.
Ypiranga - Rua Costa Aguiar, 2427 - Enc.José F. De Paula.
Capivary - Rua Tiradentes, 45 - Enc. Domingos Gomes - Diacono, Julio Quintin.
Capuavinha - Mun.de Sorocaba - Enc. Carlos Cameleza.
Carvalho de Araújo - Enc. Alfredo P.de Mello.
Casa Branca - Rua Ypiranga, 62 - Enc.Julio Arruda. Predio proprio.
Catiguá - Paraná - Enc.João Baptista de Oliveira - Diacono, João Antonio de Oliveira.
Chavantes - Av.Siqueira Campos, 16 - Enc.Manoel Mariano das Neves. Predio Proprio.
Conselheiro Paulino - Rio - Enc.Antonio Cardinoti.
Coroados - Enc.Porfirio Candido Silva.
Corumbá - Mun.de Juquery - Enc.Anselmo Salvá.
Cresciuma - Fazenda S. João - Enc. Braz Machado de Oliveira.
Dumont - Mun.de Ribeirão Preto - Enc.Sylvio Corrêa.
Franca - Rua Felisbino de Lima, 164 - Enc. Thetinio Silva.
Guariba - Rua Ruy Barbosa, s/nº - Enc.Lazaro José de Souza,
Guassú - Mun.de S.Roque - Enc. Luiz Antonio Lomardi.
Guayra - Mun.de Orlandia - Enc. João Braz.
Itapolis - Rua 13 de Maio, s/nº - Ancião, Bruno Santello, - Diacono, José Santello. Predio proprio.
Bairro dos Leiteiros - Enc.Antonio Moretti.
Itapema - Santos - Enc.Erico N.Cruz e Pedro Marchetti.
Itapetininga - Rua Cel.Affonso,3 - Enc.João França.
Ibaté - Enc.Antonio de Cicco.
Itirapuam - Rua do Commercio, s/nº - Enc.Abdenego Silva.
Irapé - Mun.de Chavantes - Enc.Italino de Oliveira Campos.
Joaquim Tavóra - Paraná - Enc.Alfredo Góes. Diácono, Antonio Lima.
Joannopolis - Bairro do Calvario - Enc. André Cruz.
João Alfredo - Enc.Juvenal Camargo.
José Bonifácio - Enc. João Luiz Gomes.
Fazenda Tanquinho - Enc. Manoel Benedicto.
Monte Alegre - Enc. Raphael Pedro Vieira.
Juiz de Fora - Av.Rio Branco, s/nº - Correio de Manoel Honorio - Enc.Conrado da Silva.
Jundiahy - Rua Prudente de Moraes, 216 - Enc. Bernadino Provençali. Prédio proprio.
Juquiá - Santos - Enc. Acelino Santos.
Jurupará - Mun.de Piedade - Enc.João Pires dos Santos.
Lageado - Paraná - Enc. João Euzebio.
Laranjal - Mun.de Palmares - Enc.Alfredo Fernando Morgado.
Limeira - Rua Riachuelo, 1 - Enc. Natal Cassóle.
Fazenda S. Jeronymo - Enc. Natal Cassóle.
Marilia - Rua Piratininga, s/nº - Enc. Francisco Lopes Paschoal.
Maracahy - Enc. Luiz Costa.
Marapuan - Mun.de Itajoby - Enc. Manoel Esteves Paes.
Mauá - Mun.de Sto.André - Enc. Claudio Pedroso. Predio proprio.
Manoel da Nobrega - Enc. Pedro Paulo Corrêa.
Mayrink - Arraial do Sapo - Enc.Marcelino de Oliveira.
Mendes - Fazenda da Cachoeira - E.do Rio - Enc.Chistovam dos Santos.
Mocóca - Rua Antonio Christovam, 69 - Enc. Amadeu Vacciloti.
Mogy das Cruzes - Rua Prof. Fabiano de Mello, 12 Enc. Ricardo Ribas.
Nova Friburgo - Rio – Rua Alberto Braune, 1 – Enc.Oswaldo de Araujo.
Nova Aliança - Enc.Osorio Mamede de Lima.
Novo Horizonte - Corrego Grande – Enc.Adalberto von Auckin.
Nazareth - Bairro de S.Lazaro – Enc.Benedicto Pirahy.
Bairro Cuyabá - Enc. Francisco Pirahy.
Osasco - Vide Capital.
Ourinhos - Enc. Annibal Franco de Souza.
Paraty - Mun.de Jacarehy – Enc. Luiz Barbosa.
Fazenda Bôa Vista - Enc.Antonio Gonçalves.
Padre Claro - Braúma -Enc.Antonio Altéia.
Patrocinio de Sapucahy - Enc.Abdenego Silva.
Piedade das Mattas - Enc.Astrogildo de Paula. L Sorocabana.
Bairro Jurupará - Enc.João Pires dos Santos
Pinheiros - Mun.de Lavrinhas – Enc. Miguel Ribas.
Rua Horácio d'Aville, 7 Enc. José Cesar.
Pindorama - Chac.do Snr.Luiz Vaccari – Enc. Redorno Mauruto.(sogro do Davi Trevisan)
Piracicaba - Rua Sto. Antonio, 49 – Enc.Bento Ignacio Soares.
Poá - Enc. Francisco B.Cano.
Porto Feliz - Bairro Soami – Sitio – Enc. João Luiz de Souza.
Pompeu - Mun. De Marília – Rua Cravinhos, s/nº – Enc. Orlando Pierini.
Potyrendaba - Bairro de S.João – Enc. Joaquim da Costa Lima.
Promissão - Bairro de Barreiros – Rua 24 de Outubro, 350 – Enc. José Pinto Alvim.
Presidente Bernardes - Bairro Villa Nova – Enc.Pedro Fernandes.
Presidente Wenceslau - Rua Jorge Tibiriça s/nº – Enc. Antonio de Andréa.
Ribeirão Preto - Av. Saudades, 144 A – Enc. Luiz Custodio.
Ribeirão Claro - Paraná – Enc. Antonio José Pereira.
Fazenda do Botelho - Enc.José L.de Oliveira.
Ribeirão Bonito - Mun.de Espirito Santo do Turvo – Enc.Marino Trevisan.
Rincão - Avenida 1 Nº 22 – Enc.Francisco Zarembo.
Rio de Janeiro - Districto Federal – Rua Americo, 196 – Enc. Jesus da Silva Moreira. Diacono, José M. Simões.
São Christovam - Enc. Sylvio Alcides da Silva.
Rio Acima - Mun.de Juquery – Enc. Amaro Pedroso.
Mun.de S.Bernardo - Enc. Bento Carlos Gomes.
Rio Preto - Villa Ercilia – Enc. Manoel Augusto Rodrigues.
Santa Izabel - Enc.Benedicto Fernandes Carneiro.
Santa Lucia - Rua Cel.Xavier de Mendonça, 1 -
Santa Maria - Via Torrinha – Enc. Antonio Gomes.
Mun.de Torrinha - Enc. Benedicto Paes de Camargo.
Santa Crus do Rio Pardo – Rua Saldanha Marinho, 209 – Enc. Mexardes da Silva.
Santos – Rua Santos Dumont, 62 – Enc. Benedicto Chagas Soares e Reynaldo Ribeiro.
Santo Antonio – Mun. De Campo Largo – Enc. Brazilio Lopes.
Santo Antonio da Platina – Paraná – Ancião, Alfredo de Souza – Enc.Felicio A.Mascaro.
Santo Ignacio – Enc. Marino Trevisan.
Santo André – Av. João Ramalho, 1 – Enc. Pedro Zanetti – Predio proprio.
São Caetano – Rua Sta.Catharina, 39 – Municipio de Sto. André – Enc.João Salvo.
São Roque – Av. Tiradentes, 34 – Enc. Francisco Pedroso.
São João da Boa Vista – Rua Demederio Ribeiro, 8 – Enc. Domingos Affonso.
São Manoel do Paraizo – Bairro Iguarassú – Fazenda São Luiz – Enc.Manoel Peres.
Salto de Sorocaba – Enc.Raymundo Camargo.
Salgado – Enc. Antonio Gomes.
São Vicente – Enc. Albano Gonçalves e Brigido João de Andrade.
Sarapú – Mun.de Piedade – Enc. Francisco J. Pinto.
Sete Lagôas – Mun. De Pirassununga – Enc. José Riera.
Sodré – Enc. Nabor Tavares. (Sorocaba)
Sorocaba – Rua Mascarenhas Camello, 208 – Ancião, José Thomas da Costa, Enc.Dario Mendes. Predio proprio
Av.Siqueira Campos, 258 – Enc. Fernado Affonso.
Tapéra Grande – Mun. De Guarulhos – Enc. José Aleixo de Moraes.
Taquarassú – Enc. Benedicto N.Martins – Paraná.
Taquaritinga – Rua 24 de Fevereiro, 66 – Ancião, Benedicto Alves dos Santos.
Tatuhy – Rua Beneficiencia, 22 – Enc. Vicente J. Antonio.
Guarehy – Enc. Julio Lisbôa de Almeida.
Tietê – Rua Lara Campos, 53 – Enc. Luiz Rinaldi.
Timbury – Faz.S.Francisco – Enc. Francisco Germano Ardi.
Terra Preta – End. Pedro Petti – Mun.de Juquery.
Torrinha – Ancião, Antonio Porto. Predio proprio.
Ubarana – Bairro dos Pintos – Enc. José Carlos Gerbaud e Antonio Marin Filho.
Úna – Bairro Salto – Enc. Octavio Tanze.
Bairro de Murudú – Enc. José C. Gonçalves.
Bairro de Lageado – Enc. Raymundo Pedra.
Villa Aroeburgo – Minas – Enc. Luiz Sboarini.
Villa Campestre – Capital de S.Paulo – Enc. Verissimo C.de Abreu.
Villa Juquery – Enc. Pedro Petti.
Villa Sant'Anna – Enc. Hugo Calegarette.
Votorantim – Ancião, José Thomaz da Costa. Predio proprio.

Verifica-se nesta relação, um total de 170 tempos e Casas de Oração, não se tendo ainda computado, 2 Casas de Oração existentes nos leprosarios de Pirapitinguy e Santo Angelo.

C O N C L U S Ã O
Nada mais nos ocorre, caros irmãos, a acrescentar á este pequeno relato; exaltemos de continuo o Nome de Deus, com todo o fervor, pelo que vem fazendo em nosso paiz.
Agradecemos a todos quantos cooperaram para o desenvolvimento da Congregação, pedindo tambem a Deus que nos abençõe grandemente e a sua graça seja multiplicada em nossos corações.
A Elle só, por Jesus Christo, Senhor e Nosso Salvador, seja dada toda gloria e honra em eterno. Amem.
São Paulo, 25 de Fevereiro de 1936.

A DIRECTORIA

Luiz Pedroso
José Francisco da Silva
Antonio Cardoso Gouveia

Finda a leitura do Relatorio e Balanço de anno de 1935, que foram unanimemente approvados, procede-se a apresentação dos novos Estatutos da Congregação e que tambem foi approvado com as devidas alterações, sendo lindo no seguinte theor:

OPHICIO ENCAMINHADO AO CARTÓRIO DE REGISTRO CIVIL

Congregação Christã do Brasil
Sede Central
Rua Anhaia Nº137
São Paulo


Ao
Ilmo. Sr. Official de Registro de Títulos Cartorio do Dr. Arruda


A CONGREGAÇÃO CHRISTÃ DO BRASIL, com séde nesta Capital, á Rua Anhaia Nº 137, pelo presente veem requerer á V.S., o registro dos seus Estatutos e a Acta da Assembléia Geral do exercicio de 1935, publicados no Diario Official do dia 6 de Março do c.a., á paginas 37 e 38, cujo exemplar juntam.

N'estes termos

P. Deferimento

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...