Subscribe:

sábado, 7 de agosto de 2010

HINO 376 HINARIO CCB


Durante a copa do mundo de futebol, a Alemanha se destacou, e por diversas vezes ouviu-se a execução do hino nacional alemão. O hino 376 do hinário atual da CCB, Hinos de Louvores e Súplicas a Deus, era cantado com a mesma melodia de Joseph Haydn, mas foi alterado.

A explicação é que havia muitos judeus morando próximo a CCB no bairro Bom Retiro em São Paulo e a execução do hino traziam-lhes lembranças dolorosas das atrocidades cometidas pelos nazistas na II Guerra mundial.  Outra explicação também aceita é que judeus convertidos na CCB também sentiam-se incomodados em cantar este hino com a melodia do hino nacional alemão.


JOSEPH HAYDN

Franz Joseph Haydn nasceu em Rohrau, Baixa Áustria, em 1732. De família humilde ingressou no mundo da música, estudou muito também por conta própria e levou uma vida modesta de músico de tavernas e serenatas populares. Sua vida mudou em 1759, quando começa a trabalhar para vários príncipes húngaros como diretor musical.

Além de compor para entretenimento dos príncipes, Haydn treinava os cantores, conservava a coleção de instrumentos e a biblioteca musical, atuava como organista, violista e violinista quando necessário. Tinha uma posição invejável para os padrões do século 18 e depois de 1779 teve liberdade para vender sua música e assim alcançou fama internacional. Alcançou em vida sucesso, prestígio e riqueza e em Viena continuou produzindo obras musicais até o fim da sua vida. Poucos artistas tiveram tão grande reconhecimento em vida.

A produção musical de Haydn é imensa, abrangendo todos os gêneros instrumentais e vocais, sacros e profanos. Deixou muitas sinfonias, sonatas, cantatas para solo, árias, duetos, trios e quartetos vocais. É o primeiro nome da tríade clássica, seguido por Mozart e Bethoven, do qual foi instrutor.

Terminou seus dias cercado de constantes visitas, admiração e respeito. Haydn morreu em 31 de maio de 1809, quando Viena foi ocupada por Napoleão, e os próprios oficiais franceses formaram a guarda de honra no seu enterro.

Hino do Imperador

A melodia do hino da Alemanha foi originalmente composta para o hino nacional da Áustria. Na Inglaterra Haydn conheceu o hino nacional britânico favorito “Deus salve o rei” e desejou que seu país tivesse também um hino para a devoção á pátria e aos seus governantes. Na época a Áustria estava seriamente ameaçada pela França e este hino tinha o objetivo de motivar a nação para lutar.

O imperador encomendou a letra a um poeta e solicitou a Haydn que fizesse a música. Em 1797 estava pronta o que ficou conhecida como Canção do Imperador ou Hino do Imperador e foi executada no aniversário do imperador Francisco. Tornando-se popular veio a servir oficialmente como hino nacional da primeira Áustria.

A composição

Há especulações de que Haydn adaptou uma canção folclórica mas os estudiosos não são unânimes quanto a isso. O fato é que Haydn foi apaixonado por esta canção e na sua velhice, frágil e doente, o compositor esforçava-se para tocá-la ao piano com grande sentimento, como uma forma de consolo. Há registro de que foi a ultima canção que ele tocou antes de morrer.

Haydn usou depois esta composição na sua famosa obra Quarteto de cordas Op. 76 nº 3, conhecido como “Quarteto do Imperador”. Outros compositores a incluíram em diversas obras ou fizeram variações sobre ela.

A musica deixou de ser usada para fins oficiais na Áustria quando a monarquia foi abolida e muito tempo depois da morte de Haydn sua melodia foi usada na canção dos alemães.

Hino do Imperador



A canção dos alemães – Deutschlandlied

A letra da canção dos alemães foi escrita por um poeta em 1841 e adaptada à melodia criada por Haydn para o Hino do Imperador. A canção de três estrofes, foi composta também numa época em que a Alemanha estava dividida em várias monarquias e principados e a canção tinha a finalidade de unir a nação. A canção dos alemães tem sido utilizada como o hino nacional oficial da Alemanha desde 1922.

Os nazistas e o hino

Quando chegaram ao poder os nazistas reduziram o hino à primeira estrofe e adicionaram uma canção que era o brado de guerra do partido nazista, a “Canção de Horst Wessel”. Portanto, durante o nazismo, o país tinha um hino nacional duplo chamado de “Canção da nação”. Após perder a guerra o hino foi proibido pelos aliados.

Hino nacional da Alemanha
Hino nacional alemão

Após o período crítico do pós-guerra o assunto de hino nacional voltou a ser discutido. O presidente da Alemanha ocidental pediu que compositores e poetas apresentassem sugestões de hinos, e várias obras foram apresentadas mas a maioria da população preferiu continuar cantando a antiga “canção dos alemães”. Houve muita resistência política e oposição dos aliados, mas por fim o hino foi estabelecido optando-se apenas pela terceira estrofe.

Por 38 anos houve uma disputa sobre cantar apenas a terceira estrofe ou as três originais. Disputa que só terminou em 1990 definindo oficialmente apenas a terceira estrofe como hino nacional. Após a reunificação das duas Alemanhas, foi mantida a mesma canção como hino nacional do país.


Hino nacional alemão

Unidade e direito e liberdade
Para a Pátria alemã!
Vamos todos buscar esse ideal
Fraternalmente, com coração e mãos!

Unidade e direito e liberdade
São o penhor da felicidade.
Floresça na luz dessa felicidade!
Floresça, Pátria alemã!

Hino nacional alemão



Melodia de Haydn e Hinos evangélicos

A musica de Haydn também foi usada em um hino inglês com letra do reverendo John Newton que começa assim: “Coisas gloriosas são ditas de ti / Sião, cidade de nosso Deus. " fazendo parte da coleção de hinos chamada Olney Hymns. Este hinário foi publicado em 1779 e teve muitas edições, na Inglaterra e América, e muitos dos seus hinos replicados em outros hinários, com alterações, chegando até os tempos modernos.

Harpa Cristã

O hino 40, A cidade do Bom Deus , da Harpa cristã também é cantado com a melodia de Haydn do hino da Alemanha. Ele foi traduzido do hinário citado Olney Hymns de John Newton, de 1779. A Harpa Cristã é o hinário das igrejas Assembléias de Deus e outras denominações.

Testemunha de Jeová

O cancioneiro de 1905 (hinário dos TJ’s) e o de 1928 incluía um hino cuja letra fora adaptada à melodia de Haydn e que depois foi excluído por causa do nazismo e porque a melodia de Haydn desde o início foi um hino patriótico em homenagem a um imperador.

Hinário Adventista

No hinário adventista o hino 557 – Grandes coisas, mui gloriosas, também é cantado com a mesma melodia de Haydn, do Hino da Alemanha.

Assim, outras denominações pelo mundo devem possuir hinos com esta mesma melodia. Os hinos clássicos foram escritos há pelo menos 100 anos e deles derivam hinos de muitos hinários. Muitas destas composições utilizaram melodias folclóricas, hinos nacionais e obras clássicas.

Hinário CCB

O hino 376, Vinde benditos de Meu Pai, com a melodia de Haydn foi incluído apenas no Hinário Nº 4 em 1965 e é possível que o autor tenha ido buscar a melodia no Olney Hymns também. Por volta de 1975 a melodia foi alterada, permanecendo até a atualidade.


Hino 376 antigo



Fontes:

http://en.wikipedia.org/wiki/Deutschlandliedhttp://en.wikipedia.org/wiki/Horst-Wessel-Lied

http://www.brasil.diplo.de/Vertretung/brasilien/pt/01__Willkommen/Constituicao__Hino__Bandeira/Hino__Seite.html

 

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...