Subscribe:

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Centenario CCB Video

Video muito bem feito sobre a CCB.  Não é oficial porque a CCB não faz nenhuma divulgação deste tipo e o ano vai terminando sem que seja dito uma palavra nos cultos sobre o Centenário da Congregação Cristã no Brasil.  Tenho prazer em compartilhar conteúdos que acho interessante com todos os que visitam este blog, mas digo aos que tem interesse em conhecer, visitem pessoalmente  uma Congregação, não se limitando ao que se apresenta na internet.

Não sendo voz oficial da Igreja CCB, tudo o que se apresenta, seja em video ou artigos,  é fruto do trabalho individual de membros  que podem se equivocar em algum dado  ou priorizar um aspecto e não outro.

Centenário Video 1ª parte




Centenário Video 2ª parte

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Alterações Hinario CCB

Já faz algum tempo que ouvimos falar sobre um novo hinário CCB, que seria o de número 5.  Não sei quando sairá, mas compartilho as anotações que um irmão fez ao participar de um Ensaio Musical onde estava presente nossa irmã Ana Spina, porque muitos tem interesse em saber algo a respeito.

Há muitas palavras que pertencem à linguagem musical e portanto para compreender é preciso ter um pouco de conhecimento nesta parte.

Eu, particularmente,  não concordo com algumas alterações, como por exemplo retirar as ligaduras do hino 380 e alerar a tonalidade do hino 273, mas como se vê,  são pessoas que lidam há muitos anos com a parte musical na CCB e possuem conhecimento para fazerem estas mudanças. 

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Cartas Louis Francescon

Cartas de Louis Francescon para Aldo Ferretti

Uma coleção de cartas de Louis Francescon estão disponíveis no site da Igreja Renovadora Cristã, iniciada em 1953 por Aldo Ferretti, antigo cooperador das congregações de Pinheiros e Cerqueira César na capital de São Paulo. 

Louis Francescon escrevia cartas para diversos irmãos no Brasil e Aldo Ferreti era um deles, que também escrevia-lhe e gozava de muita consideração por parte de Louis Francescon. Em uma das cartas Louis Francescon chega a cobrar de Aldo por não ter mais lhe enviado cartas.

As cartas abrangem um período de 1937 a 1951, sendo que 1952 foi o ano em que Aldo Ferreti se desligou da CCB. 

Nestas cartas, podemos ver como Louis Francescon, mesmo vivendo tão longe do Brasil, preocupava-se com os rumos da obra aqui  e não deixava de aconselhar, comentar e até censurar algo que ele achava que não estava indo bem por aqui.  

Na carta 26 por exemplo ele diz claramente não ser da vontade de Deus a atitude do encarregado (cooperador) da Vila Beatriz, de abrir uma Sala de Oração próximo a Congregação de Pinheiros e adverte que os anciães locais deveriam tomar uma providência.  

As cartas são um valioso material de consulta e podemos conhecer um pouco mais deste servo de Deus que iniciou a Congregação Cristã no Brasil, e constatar o quanto a doutrina da CCB ainda tem de influência de Louis Francescon, da sua visão de cristianismo, da sua compreensão sobre a salvação, a maneira de lidar com os que se desviam, com líderes que se insubordinam, etc. Podemos ler também observações suas a respeito do rumo que  a Congregação italiana na América do Norte havia tomado.

Clique no link a seguir para baixar as 26 cartas reunidas num arquivo único em pdf com marcadores: 

  CARTAS LOUIS FRANCESCON

Site da Igreja Renovadora Cristã: http://www.igrejarenovadoracrista.org.br/

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Quadro horário de culto

CCB  em Concepcion, Chile
Nesta foto ao lado vemos um pequeno quadro com horário de cultos, numa CC (Congregação Cristã) no Chile.

Aqui no Brasil, até onde eu sei, nenhuma CC possui um quadro de horários na fachada. No exterior a grande maioria de CC segue o exemplo do Brasil, sem estes quadros.

O que muitos não sabem é que nos Tópicos de Ensinamentos nós lemos que já foi permitido isso e depois proibido.



QUADRO EXTERNO COM HORÁRIO DOS CULTOS - 1961

Pode ser usado nas grandes cidades com especialidade, uma pedra geralmente de mármore ou granito que será colocada em um canteiro na parte externa da casa de oração quando própria, onde poderá ser gravado horários dos dias de cultos.

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Prédio da CCB vendido

Estava lendo no blog CristãoCCB sobre  a notícia veiculada em outro site sobre a venda do prédio da CCB em São Carlos, e que agora parece que será utilizado como um templo maçonico. Deixo claro que não concordo com a forma com que o ministério procedeu a venda daquela congregação e nem com maçonaria misturada com evangélicos.

Quanto ao uso que se faz do prédio após a venda, não vejo nenhum problema. O prédio em si é tijolo, cimento, areia e outros materiais.  Que diferença faz se for utilizado por maçons ou outra igreja? Ou uma oficina ou um restaurante, ou depósito?

A CCB não possui templos, apesar de atualmente muitos irmãos se referirem às Casas de Oração como templo. A palavra templo carrega na sua origem um significado de lugar onde habita uma divindade, o que não ocorre na nossa igreja. Ali nos reunimos, louvamos a Deus e sentimos a Sua Presença, mas o templo de Deus somos nós que ali estamos. Ao deixar o local, ali fica só o prédio de tijolos e concreto. 

Isso não quer dizer que não possamos sentir nostalgia dos dias que frequentamos aquela Casa de Oração, mas é só isso.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Batismo - Mikveh

Mikveh em Herodium - final do segundo
templo - 69AD
No meio cristão há muitas controvérsias a respeito do batismo, seja quanto a forma ou às palavras que devem ser pronunciadas, o significado do ato e outras questões, havendo denominações ou grupos cristãos que até dispensam atualmente o batismo, substituindo-o por uma declaração ou oração do pecador.

O batismo porém, começou antes de Jesus e o mikvah ou mikveh, é uma forma de batismo judaico que pode ser considerado a origem do batismo cristão, apesar das denominações evangélicas não gostarem desta associação.

Judaísmo


A palavra judaica para batismo é tevilah e significa imersão, que embora pudesse ser feito em um rio ou lago, era geralmente feita em um mikeveh, um tanque onde as águas foram represadas. Este tanque era um elemento essencial em uma Sinagoga e também fazia parte do templo.

Arqueólogos tem desenterrado muitos destes tanques no monte do antigo templo e são idênticos aos modernos banhos mikevah encontradas nas sinagogas de judeus ortodoxos. Ainda hoje, as mulheres ortodoxas ainda visitam o mikvah após seu fluxo mensal e, muitas vezes depois de terem relações íntimas. Homens ortodoxos vão ao mikvah para se prepararem para o Shabat e dias santos, e às vezes, mesmo o povo judeu secular vão à mikvah uma vez em suas vidas, antes do casamento.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

ALGO ERRADO COM O POVO EVANGELICO

HÁ ALGO ERRADO COM O POVO CHAMADO EVANGÉLICO


O que você pensaria de uma nação cujos irmãos lutam entre si, buscando cada um a primazia de sua família? O que você pensaria de um povo que professa a fé no mesmo Deus e isso ao invés de unir os separa? O que você pensaria de um povo que se trata com o amável título de "irmãos" mas vivem desconfiados uns dos outros e muitas vezes agem como verdadeiros inimigos?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...