Subscribe:

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

RJM - Reunião de Jovens e Menores

Mocidade CCB - Rondonópolis
RJMs

Na CCB, geralmente aos domingos de manhã ou à tarde, temos cultos exclusivos para jovens e crianças. Estes cultos são denominados "Reuniões para Jovens e Menores”.


Nestas reuniões somente as crianças e jovens tem liberdade para chamarem hinos para serem cantados/tocados, fazer as orações da igreja e contar as bênçãos recebidas diante de todos. As crianças ainda não alfabetizadas são reunidas na frente do púlpito para aprenderem a oração do "Pai Nosso", ensinada por Jesus aos discípulos. No momento do recitativo, os jovens e crianças vão à frente e recitam um versículo bíblico, acompanhados de perto por um jovem que tem o cargo denominado "auxiliar de jovens". Este recitativo poderá ser individual, mas não é comum isto ocorrer.

Os pais são aconselhados a enviarem seus filhos à estas reuniões e/ou levarem os pequenos, e os que são músicos podem colaborar levando o instrumento para ajudar na orquestra.

Em um tópico de ensinamento de 1990 temos resumidamente a história das reuniões que abreviarei para RJM ou RJMs.

17 - REUNIÕES PARA JOVENS E MENORES

A partir do ano de 1936 foram iniciadas, no Brasil, as reuniões para jovens e menores, por revelação de Deus ao nosso caro irmão L. Francescon. Inicialmente, muitos a chamavam de “Escola Dominical”, mas o servo de Deus explicou que, tanto no Brasil como em outras nações, os sectários usavam essa denominação, porque os seus pastores se preparavam em seminários ou escolas bíblicas e obtinham diploma. Além disso, recebiam mensalmente um jornal editado por uma das seitas, com programas para serem adaptados nas suas igrejas e nas escolas dominicais, realizadas aos domingos. Em nossas congregações, porém, essas reuniões se denominam “reuniões para jovens e menores” e são abertas em Nome do Senhor Jesus e o Espírito Santo tem livre curso em nosso meio. Tanto o Cooperador dessas reuniões, assim como os jovens e mesmo menores, sempre guiados por Deus, têm liberdade para apresentar a Palavra que Deus lhes apontar.
Portanto, o nome correto dessas reuniões é “reunião para jovens e menores” e não só “reunião de jovens”. Devemos sempre pronunciar corretamente o nome dessas reuniões.

Como se pode entender através deste tópico, a CC segue a visão do missionário italiano Louis Francescon, que era contrária aos estudos teológicos e a tudo o que lhe segue ou precede, como a existência de seminários, cursos específicos com diplomas, etc. Quando as crianças e jovens vão para as reuniões não levam cadernos com lições e nem livros com figuras, mas o coração para Deus visitar e a bíblia e o hinário de cânticos. Os que são músicos levam o próprio instrumento.

Na RJM, assim como nos cultos oficiais, a ênfase não é no conhecimento Bíblico, mas na operação do Espírito Santo. Na CCB acredita-se que não precisamos inventar ou copiar os modelos educacionais seculares para instruir os jovens e crianças.

A maioria das igrejas tem Escola Dominical e funciona bem, porque o sistema da igreja já admite as metodologias empregadas e o uso de diversas mídias. Apesar de também ter suas falhas, ED é válida dentro do seu contexto. O que não é possível é fazer comparações e propor que a CCB adote este modelo, visto que há todo um conjunto de características da igreja, que impede que haja uma mudança radical nas reuniões de jovens e crianças, do tipo água para vinho.

Em 2007 foi proposto uma alteração nestas reuniões de jovens e menores, conforme este tópico:

7 - RECITATIVOS E ORAÇÕES NAS REUNIÕES DE JOVENS E MENORES

É conveniente que continuem os recitativos, da maneira como vem sendo feitos, bem como a oração orientada, feita pelas crianças com a participação do auxiliar, nas reuniões de jovens e menores. Porém, em um domingo por mês não haverá recitativos, apenas o cooperador conversará com os jovens e as crianças a respeito de um capítulo que leram em suas casas, conforme indicação dele, que orará ao Senhor para discernir quais assuntos da Escritura são de conveniência à reunião. O ministério local determinará qual o domingo em que isso será feito.
Este tópico só entrará em vigor após a próxima reunião para cooperadores de jovens e menores de cada região.

Esta alteração esbarra em algumas dificuldades e uma delas é a falta de conhecimento bíblico de alguns cooperadores de jovens. Como o cargo não é burocrático, não podem ser substituídos. Por outro lado, há toda uma cultura no nosso meio, de não se aplicar à leitura bíblica e assim, muitos jovens faltam às reuniões, indo congregar em outras reuniões.

Em 2010 saiu  outro ensinamento a respeito:

20 - PERGUNTAS NAS REUNiÕES DE JOVENS E MENORES EM UM DOMINGO POR MÊS

Este procedimento foi sugerido em caráter experimental. Porém, em algumas reuniões, a presença dos jovens e das crianças, nesse dia, tem diminuído. Nas reuniões onde houver proveito e comparecimento, pode-se continuar. Deve-se também dar ensinamento aos cooperadores de jovens e menores para que incentivem mais as crianças a comparecer nas reuniões.

Isto está coerente como o modo como sempre funcionou a CCB, não há nada de estranho em se valorizar mais o comparecimento, pois estando ali, Deus envia a Palavra e opera segundo a Sua vontade, como sempre operou.

Esperamos que a cada dia que passa, os jovens e os seus cooperadores de jovens possam se interessar mais pela leitura Bíblica. Ainda que não sigamos algum modelo de escola bíblica, que possamos melhor aproveitar da leitura deste livro maravilhoso que é a Bíblia.

Enviar os filhos à RJM

Pais devem enviar seus filhos à RJM, mesmo achando que o modelo não funciona, que não é do jeito que entende que deveria ser. Além disso, devem evitar fazer críticas á denominação que pertence diante dos filhos, principalmente os menores. Eles não tem condições de entender estas questões de teologia, de estudos bíblicos, de doutrinas. Eles são imaturos e as vezes indecisos. Ficar criticando a RJM não ajuda em nada na formação dos seus filhos.

Incentive seus filhos á congregarem e não fique neste embate sem futuro, criticando de tudo na igreja. Esta atitude negativa desestimula seus filhos e spoderá se arrepender mais tarde, por não ter se esforçado mais para seus filhos permanecerem na igreja.

Não pense que é melhor ensinar seu filho em casa e não enviá-lo a RJM. Igreja é o corpo de Cristo e o plano de Deus é que nos ajuntemos. E ainda tem todo o lado social que seus filhos precisam desenvolver, com os demais, da sua comunidade. Como bom cidadão você o envia todos os dias para a escola secular, e porque então, um dia por semana apenas, não pode enviá-lo para a RJM. Enquanto puder, se esforce em levar, e se for preciso, permaneça com ele ali durante a reunião.

Não importa que seu filho não adquira grandes conhecimentos bíblicos. Segundo nossa crença, é Deus quem visita os corações e faz a sua obra na vida de cada um, independente do grau de conhecimento bíblico..

Evite ficar dividido dentro da sua família: a esposa na CCB e o esposo querendo ir para outra denominação, atraído pelos estudos bíblicos que lá ocorrem. Se você casou-se já na CCB, o propósito do casamento foi para que cada um ajudasse o outro a servir melhor a Deus. Não é agradável diante de Deus ficar em contendas com a esposa, querendo levar o filho pra outro lugar, fazendo confusão na mente da criança. São contendas e atritos que prejudicam as crianças, não ajudam em nada no processo de escolha dos seus filhos. Deixe que Deus trabalhe no coração de cada um, não imponha o seu conhecimento espetacular sobre sua família, mas conserve a paz e a união.

Nos primeiros anos, a criança não tem capacidade para distinguir as diferenças doutrinárias que há entre as denominações. Poupe-a destas questões teológicas e de ensino bíblico. Leve a criança àquela denominação da qual você faça parte e se ela tiver desejo de ir na igreja de um coleguinha, não há mal nenhum nisso, leve-a. Se ela questionar alguma coisa, explique com amor, nunca desmerecendo sua denominação e nem as demais. Não passe para a criança a sua amargura, seu rancor, mas passe o amor de Cristo que está no seu coração.

O mundo jaz no maligno, a violência e as drogas estão tomando conta das crianças e jovens. É um privilégio muito grande poder levar seu filho numa igreja evangélica. Procure fazer isto naquela tenra idade em que se fixam os valores. Fale muito de Deus, de Jesus, ore com elas, preencha as lacunas que os ministros das igrejas não conseguem preencher. Será muito gratificante no futuro ver que seu filho assimilou os valores que você acredita e ser uma pessoa de bem, ainda que não se batize na sua denominação.

RJM é uma santa escolinha, onde se aprende a servir a Deus, pela exposição feita pelo ministro, que é chamado de cooperador de jovens. Em conjunto, todos louvam a Deus através dos cânticos e recebem os conselhos da Palavra, que só trarão benefícios para suas almas. A palavra de Deus é semeada nos corações das crianças e dos jovens, que ainda que pareçam não prestar atenção ao que acontece nas RJMs, acreditamos que um dia frutificará no coração, esteja aonde estiver, fazendo-o procurar a salvação da sua alma. Isto está descrito num ensinamento de 1961:

CULTOS DE JOVENS E MENORES

É importante que se doutrinem os filhos enquanto estão sob o domínio dos paes. A semente da palavra de Deus semeada em seus corações na infância frutificará quando forem adultos; e assim, se alguém se desviar indo para as coisas mundanas as palavras que então ouviram na infância estarão tinindo em seus ouvidos chamando-os a razão para voltarem ao caminho da Verdade. Os anciães devem prestar toda a colaboração a esse trabalho da Obra de Deus, dando o exemplo ao enviar seus filhos às reuniões. Alguns irmãos relegam esse serviço a um plano inferior, porem si se ensina a doutrina e a Palavra da Verdade aos pecadores e a todos os homens, como não as ensinar aos nossos próprios filhos? Nossos filhos bem doutrinados e firmes nas coisas de Deus não são úteis somente em seus lares e na Igreja, são de utilidade até para a Nação e para a sociedade. Nossos filhos são guiados a fugir do erro e da corrupção do presente século.



Observação pessoal

Freqüentei as RJM desde criança, me batizei com 15 anos, e logo estudei a musica e comecei a tocar nas RJMs. Posso dizer que as RJMs foram muito proveitosas para mim, pois aprendi muito, me esforcei, colaborei, tinha muita consideração pelo meu cooperador de jovens e da sua boca ouvi promessas de Deus que se cumprem até hoje na minha vida.

Conheci minha esposa no caminho para a RJM e há 26 anos nos despedimos na RJMs para o casamento. Marcaram minha vida as palavras que eu ouvi, as amizades, a orquestra com vários jovens muito animados. Houve dias de angústias, provas e desânimos, mas foram maiores os dias de alegrias, o que só me faz sentir saudades.

Minha mensagem final neste artigo é um versículo, muito pregado nas RJMs, e que ás vezes os jovens não compreendem bem o que significa. Quando ouvirem este versículo, reflitam sobre tudo o que estão fazendo diante de Deus e lembrem-se que os dias da mocidade vão passar. Naqueles dias de desânimo no banco da congregação, na RJM, lembre-se que um dia você irá precisar daquela palavra que Deus está enviando.

“Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento.”

4 comentários:

victor disse...

Domingo dia 12 fui na RJM em uma despedida de um casal de jovens ;;;;foi uma bençao;;na hora da oração foi grande a gloria do Senhor visitando a todos nós com a sua gloriosa presença ;Ali nós contemplamos como é BOM estarmos na presença do Senhor!!!!! e alegrarmos em tudo o que o Senhor deu na boca do nosso humilde ançião ,,,,faculdade vinda dos céus ;;conselhos maravilhosos ;;;foi uma reuião linda e inesquecivel ,,,,Onde dois ou tres estão reunidos em meu nme ai Eu estarei Aleluia ;;;;

Anônimo disse...

Irmão ApdD. Eu queria fazer uma pergunta se o irmão puder me responder. Mas uma pessoa que vive no mundo e não é mais virgem e depois batiza, pode recitar? pois acho que não,mas não tenho certeza queria que alguem que saiba a respeito disso me respondesse. Deus abençoe a todos.

Valdeci disse...

Prezado leitor, seja homem ou mulher, o recitativo nas Reuniões é para solteiros e solteiras. Não se prive desta alegria que e´recitar perante o Senhor. Deus te abençoe muito.

Anônimo disse...

Respondendo a pergunta do Anonimo, a pessoa que já teve uma vida amasiada e ainda é moça ou moço não deve recitar para não causar certos comentários nas reunioës de jovens e menores .Agora se alguém vir do mundo e já não é mais virgem mas não teve uma vida amasiada fica no critério da pessoa porque ninguém irá perguntar-se ela é virgem ou não Deus vós abençoe...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...