Subscribe:

segunda-feira, 25 de março de 2013

ORQUESTRA E HINARIO CCB



Hinario 5 CCB
HISTÓRICO DAS ORQUESTRA

Antes de 1932 – algumas salas de oração possuíam harmônio:
Instrumento de teclado similar ao orgão que funciona bombeando o ar nos pedais.

1932 – o irmão francescon convocou uma reunião para apresentar a necessidade de um conjunto musical, que ajudasse a irmandade no cantar dos hinos. Foi orado e Deus confirmou a formação da primeira orquestra. 

Importância das orquestras 

Desde 1932: “auxiliar a irmandade no cantar dos hinos” 

Para tanto é preciso:

  •  Aperfeiçoar a execução dos hinos segundo a:
> expressão
> intensidade
> Andamento



  •  Evitar exageros:
> sons estridentes ou inexpressivos
> hino muito rápido ou muito lento

  •  não se deve fazer:
> acrescentar ou omitir notas
> acordes, arpejos ou floreios.

Procurar “sempre” manter o sentido sacro 

HISTÓRICO DOS HINÁRIOS

Hinário nº 1: 

1914 – Primeiro hinário usado pela irmandade: "inni e salmi spirituali“.
Depois de algum tempo usou-se: "nuovi inni e salmi spirituali“ com 266 hinos.
No prefacil desse hinário estava escrito em italiano: 

“... Pedimos a todos aqueles que vão fazer uso desses cânticos, procurar aprender de acordo com a música, e assim vamos ter alcançado o objetivo do livro que é levar os fiéis a cantar e salmodiar com sabedoria e graciosamente de coração para o senhor...”

1928 – usou-se o "nuovo libro d'inni e salmi spirituali“, que no prefacil, indicava ser derivado dos dois anteriores. Também no prefacil estava escrito em italiano:
"...nós cantarolamos, em geral, em quase todas as igrejas, muito lento e é preciso cantar com mais alegria. Cantando com alegria como manda a escritura, significa cantar de uma maneira que sentimos subir para o céu. Cantando alegre ninguém se cansará, mas cantando em adágio cansa a muitos. Então será excelente se em cada igreja ocuparem-se em aprender um pouco de música para a glória de deus, para cumprir sua boa palavra escrita no salmo 47: “pois deus é o rei de toda a terra, cantai louvores com inteligência...”. 
Esse foi considerado o hinário nº 1. Por algum tempo acabou se usando mais de um hinário.

1932 – a pedido do irmão louis francescon, devido ao crescimento da obra
De deus no brasil traduziu-se parte dos hinos para o português. E surgiu um hinário misto em italiano e português. Até então eram todos em italiano. Este com 328 hinos mais 46 de jovens e menores. No prefacil já estava escrito em português: 

“... Novos e inexperientes nesta matéria, não pretendemos com este ter atingido o alvo desejado, porem, esperamos em nosso senhor que prepare para a futura edição, aquilo que ainda não possuímos, a fim de melhor louvar e magnificar seu glorioso nome nas congregações da mesma fé, neste país...” 

Em 1936 – a igreja passou a se chamar: “congregação christã do brazil”.
Até então era chamada de “radunanza”, tanto a igreja como os serviços de culto, que em italiano significa “congregação”. 

Hinário nº 2: 

1943 – mudou-se para o hinário: "hymnos e psalmos espirituaes“ com 250 Hinos e 25 para jovens e menores, já todo em português. No prefácio deste hinário consta que foi o melhor que se adaptava ao desenvolvimento da ccb. A maioria dos hinos (a letra) foi composta por irmãos de diversas nacionalidades.

Hinário nº 3: 

1951 – mudou-se para o hinário: "Hinos de Louvores e Súplicas a Deus“,  com 300 hinos e 30 de jovens e menores.
O principal motivo desta mudança foi a grande reforma ortográfica.
O irmão francescon pediu que não houvesse grandes mudanças.
1960 – a igreja mudou o nome para: “Congregação Cristã no Brasil”.
Hinário nº 4: 
1965 – mudou-se para o hinário: "hinos de louvores e súplicas a deus“,  de Número 4 com 450 hinos, sendo 50 de jovens e menores e 7 coros.
Neste foram corrigidos vários erros de português, de prosódia, de acentuação, de harmonia, foram tiradas várias passagens, contratempos e ornamentos que induziam os músicos a florear “livremente” tirando o sentido sacro dos hinos ficando apenas nos hinos: 93, 125, 420 e foram tirados alguns hinos chamados excessivamente pela irmandade.
O hinário 4 também passou por diversas mudanças:
1975 – hino 376 teve a melodia alterada, pois a antiga era o hino nacional da Alemanha, o que causava algum constrangimento para os irmãos descendentes de judeus.
1976 – foram inseridos os 12 pontos de doutrina no hinário.
1980 – foram introduzidos os sinais de arcadas para os violinos.
1985 – foram introduzidas as vírgulas de respiração.
1990 – o hinário passou a ser fabricado com espiral e o de brochura, aos poucos foi deixando de ser fabricado.
1992 – foram feito o hinário de organistas de capa cinza com marcações de dedilhados e adaptações no tenor e baixo.
2002 – foram feitos os hinários transpostos para sib., capa azul  e Mib, capa vermelha.
Além disso: o hinário 4 passou também por mudanças ortográficas:
A troca da palavra “creador” por “criador”, e foi registrado no ministério da educação e cultura.

Hinário nº 5: 

2013 – mudaremos para "hinos de louvores e súplicas a deus“, de número 5.
Com 480 hinos, sendo 50 de jovens e menores e mais 6 coros.
Comissão musical iniciou em fevereiro/2007
Conclusão em junho/2012 

Neste teve várias mudanças: 
  • Mudanças na figuração e na letra de hinos com dificuldades para cantar
  • Retirada de referências a locais
  • Retirada de palavras com duplo sentido e palavras que caíram em desuso
  • Revisão ortográfica
  • Mudanças nos hinos que ficaram ainda com os arpejos e passagens do hinário nº 3
  • Mudança quase total dos números dos hinos para diminuir a repetição em exagero de alguns hinos
  • Maior fidelidade ao texto bíblico
  • 30 novos hinos (música e poesia)
  • Revisão harmônica
  • Mudanças principalmente nos baixos que tinham muitas notas repetidas
  • Revisão de respirações e de frases
  • Diminuição de hinos muito longos
  • Hinário especial para cordas com arcadas para violinos, violas e violoncelos, ligaduras e clave de do para as violas .
  • Acréscimo de pedaleira e ligaduras nos hinários para organista

Foram fabricados:
HM-102: 145 mil (DO)
HM-109: 140 mil (ÓRGÃO)
HM-110: 90 mil (SI b)
HM-111: 55 mil (MI b)
HM-113: 100 mil (cordas)
530 mil  hinários de música


Autor: recebido por email

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...