Subscribe:

terça-feira, 25 de junho de 2013

Luiz Amorim

Luiz Amorim, ancião da Congregação Cristã no Brasil
Faleceu na manhã de ontem no Hospital Universitário, em decorrência de complicações de saúde, o ancião da igreja Congregação Cristã do Brasil em Marília, Luiz Amorim, 76 anos.

Presbítero e pastor de almas, exerceu seu ministério por mais de cinco décadas, 49 anos somente como ministro da Palavra; antes foi líder dos jovens. Foi ordenado ao santo ministério no dia 25 de março de 1964, e o exerceu com amor, carinho e dignidade. Como nossa Denominação não mantém obreiros assalariados, ele exerceu paralelamente sua profissão na área de saúde, como funcionário público do Estado de São Paulo.


Mesmo exercendo atividades seculares, podemos dizer que foi um obreiro de tempo integral, pois dedicava todas as noites, e todas as horas disponíveis, a visitar, supervisionar e assistir as ovelhas de Cristo a ele confiadas. Tão logo se aposentou do serviço público, se voltou inteiramente às atividades pastorais; oficiando casamentos, dirigindo cultos e reuniões; voltadas a Congregação em geral, e com o tempo aos obreiros de toda a região, já que na nossa Denominação a antiguidade ministerial credencia à liderança do Conselho de Anciãos. Mas ele dedicou-se especialmente aos enfermos e atribulados.

Nunca se negou a deixar o leito e o aconchego do lar, em madrugadas frias ou chuvosas, e atender uma alma que pedia socorro, seja através da oração; unção com azeite, nos lares, hospitais e UTI. Quem conhece as Escrituras e a parábola do bom Samaritano, contada por Jesus, e conviveu com este servo, reconhece a semelhança, pois ele viveu intensamente, a busca pelos “feridos” durante a caminhada. São homens assim, dos quais se referiu o escritor aos Hebreus: “Lembrai-vos dos vossos pastores, que vos falaram a Palavra de Deus, a fé dos quais imitai, atentando para a sua maneira de viver. Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil” (Hb 13:7, 17).

Irmão Amorim não apenas serviu a Deus, como servo que era, mas ele andou com Deus em seu ministério, e como todo obreiro que de Deus recebe a chamada, num mesmo dia, e por meio século, ele viveu as emoções fortes e antagônicas: orando pela alegria dos pais quando do nascimento de uma criança, celebrando um casamento festivo, e em seguida chorando num funeral. Cumprindo assim a recomendação Bíblica: “Alegrai-vos com os que se alegram; e chorai com os que choram” (Rm12:15).

Nosso querido irmão, amigo e ministro do Evangelho, descansou no Senhor na manhã deste dia 21; seu corpo sendo velado no Ginásio de Esportes do clube dos Bancários, devido o grande numero dos que irão comparecer, de toda a região, para prestar sua última homenagem a quem viveu tão dignamente; imitando a Cristo o Bom e Supremo Pastor das ovelhas, apesar de todas as limitações e falhas humanas, de que ele também esteve sujeito. Resta-nos guardar a fé em Cristo, que nos justifica diante de Deus (Rm 5:1); tornando miseráveis pecadores em pessoas salvas e regeneradas pela Graça; aguardar o soar da trombeta na volta de Cristo, quando os mortos ressuscitarão e os vivos serão arrebatados, e então, nos encontraremos todos, saudando o Rei em Sua vinda, e gozar a eternidade naquele Novos Céus e Nova Terra, promessa de Deus (Ap 21).


fonte da notícia: http://www.diariodemarilia.com.br/Noticias/122975/Morre-aos-76-anos-Luiz-Amorim-ancio-da-igreja-Congregao-Crist

3 comentários:

Claudionor Teixeira disse...

Não mantem obreiros assalariados desrespeitando não só a Bíblia como tambem as Leis Trabalhistas Brasileiras.Lamentamos a morte do irmão, que Deus conforte a família.

Anônimo disse...

Nemhuma lei trabalhista ou norma bíblica proíbe o serviço voluntario ou obriga o ministério remunerado.

Anônimo disse...

Cristo nos deu a salvacao, de graca e pela graca, e a sua palavra diz: de graca de recebestes e de graca dai; muitos viram em Cristo a chance de ganhar dinheiro, isto atraves da morte atroz na cruz, sendo para estes a salvacao e o sofrimento de Cristo um assunto de segundo plano, primeiro e ganhar dinheiro, esplorando a fe das pessoas; nao seriam estes os decendentes (espiritos) de Judas Iscariotes que ate hoje vendem o Cristo. Neste caso feliz serao que de graca dao a palavra de Deus. O obreiro e digno do seu salario, mas ja que salario originalmente estava ligado a sal e nao a dinheiro, certamente entao nao esperava o anciao Luiz Amorim receber dinheiro, mas sim o galardao no ceu.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...